dor na perna

Quando a dor na perna pode indicar problemas de coluna

Aquela sensação de dor e cansaço nas pernas após uma caminhada, corrida ou até mesmo um longo dia em pé pode ser normal. Nesse caso, deitar para alongar e fazer uma massagem já são medidas suficientes para proporcionar alívio e relaxamento. No entanto, algumas vezes a dor na perna pode ser indicativo de problema na coluna, que merece mais atenção e tratamento adequado.

Neste artigo, mostraremos quando essa dor merece a sua atenção. Confira!

Quando a dor na perna é um sinal de alerta

É muito importante aprender a identificar as dores e a diferenciar um mal-estar comum de um indicativo de problema mais grave.

No caso das pernas, fique atento se você perceber uma dor que se manifesta em forma de fisgadas, mais ou menos intensas, que parecem acompanhar toda a extensão dos nervos até chegar aos pés. Esse é o tipo de dor que pode sinalizar uma doença na coluna.

Aliás, é normal que os sintomas de um problema lombar irradiem para as pernas.

Existem outros tipos de dores nas pernas que também remetem à coluna. Um exemplo é quando a dor começa no fundo das costas, descendo para os glúteos e chegando até as coxas. Nesse caso, pode haver também uma sensação de fraqueza e formigamento.

Esses sintomas podem ser aliviados momentaneamente com repouso e uma compressa de água morna no local da dor por pelo menos 20 minutos. Mas é claro que procurar um especialista é fundamental para investigar a origem desses sinais.

Dor na perna x hérnia de disco

A dor nas pernas também pode indicar um problema bem específico: a hérnia de disco. A doença se caracteriza por um deslocamento de um disco da coluna vertebral, que acaba comprimindo as raízes nervosas.

Um dos sintomas mais comuns da hérnia de disco é justamente a dor nas pernas, mais especificamente na região do nervo ciático, ou seja, entre o final da coluna e o joelho. Quem sofre com esse problema costuma sentir uma dor aguda que começa nas costas e desce para as pernas, podendo chegar até os pés.

Nesse caso, o médico prescreverá uma medicação específica e, dependo da progressão dos sintomas, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica.

Na gravidez

Durante o período gestacional, conforme o bebê cresce dentro do útero materno e a mãe ganha peso, o nervo ciático acaba sendo comprimido, assim como a veia cava inferior. Isso também provoca dor e inchaço nas pernas, mas, nessas circunstâncias, é um sintoma bastante normal. O importante é encontrar formas de aliviar a dor e se sentir mais confortável. Deitar de barriga para cima mantendo os joelhos dobrados pode funcionar muito bem!

As pernas são membros essenciais para sustentar o corpo, possibilitar movimento e, assim, garantir a execução de nossas atividades diárias. Mas elas também servem como um termômetro para saber como está a saúde da coluna e do organismo como um todo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

Comentários
Núcleo de Saúde Integrativa

Posted by Núcleo de Saúde Integrativa