Joelho estalando: o que pode ser?

Se você percebe que o se joelho está estalando ao realizar certos movimentos, seja essa condição acompanhada ou não de dor e outros sintomas, manda a prudência que consulte um ortopedista e procure investigar as causas.

São muitas as possíveis causas desse incômodo, havendo, em todos os casos, tratamentos específicos, que servirão, ora para controlar ou erradicar os sintomas, ora para adotar medidas preventivas para que o quadro não se agrave.

O joelho é uma das articulações mais importantes e mais sacrificadas do corpo, seja pela absorção de impacto ao pisar, correr ou praticar esportes, ou pela sustentação de carga, seja pela exposição a pancadas e lesões, ou ainda pelo desgaste natural das estruturas que dão proteção aos ossos e segurança aos movimentos.

Para ajudar você a cuidar melhor do seu joelho, trazemos informações sobre um problema que pode acometer várias pessoas: o estalo nessa articulação. Continue a leitura para saber mais!

Causas dos estalos no joelho

A causa mais comum dos estalos no joelho é o atrito entre a patela e o fêmur, que pode ocorrer por diversas razões.

Em atletas e pessoas que trabalham erguendo e movimentando peso, é comum o esforço excessivo e a sobrecarga das articulações, que pode levar a lesões no menisco, à inflamação da membrana que reveste a articulação, caracterizando a sinovite, e ao desgaste da cartilagem.

No caso de atletas que praticam esportes de contato, caso principalmente do futebol e de algumas lutas, as pancadas na região também são recorrentes e responsáveis por lesões.

Outro vilão é o excesso de peso. Nesse caso, o próprio corpo deposita nos joelhos uma carga excessiva. É comum que pessoas nessas condições, além do ranger dos ossos, apresentem dor ao fazer exercícios como subir e descer escada ou mesmo no simples ato de caminhar.

A outra causa comum, principalmente em pessoas com idade mais avançada, é a artrose, um processo inflamatório decorrente do desgaste natural das articulações. Com esse desgaste, ocorre uma aproximação entre os ossos e, consequentemente, o atrito entre eles, causando dor e inchaço. A artrose pode surgir, em alguns casos, devido a pancadas ou traumatismo.

Pode ser, também, consequência de desajustes posturais, que geram desalinhamento do corpo, quase sempre imperceptíveis a olho nu. Os desajustes posturais tendem a sacrificar todo o sistema estrutural, afetando também os tornozelos, quadris e a coluna vertebral. Precisam ser corrigidos por meio de tratamentos voltados para a reeducação postural global.

Outra causa encontrada é a condromalacia patelar, um distúrbio caracterizado pelo amolecimento da cartilagem patelar.

Tratamento e prevenção

Em muitos casos, a crepitação nos joelhos, quando não causa dor, não requer tratamento específico, embora seja recomendado que o indivíduo adote algumas novas condutas quanto ao estilo de vida.

Entre essas condutas, deve-se investir em uma rotina de atividades físicas, geralmente moderadas, que contribuam para o fortalecimento da musculatura da região, pois os músculos fortalecidos protegem os ossos e as articulações. Esses exercícios devem ser orientados.

A alimentação é um componente importante, tanto na aquisição de nutrientes pelo organismo, como no combate à obesidade. Essas são medidas preventivas contra o surgimento ou agravamento dos diversos quadros abordados neste artigo.

Quando o paciente apresenta dores na região, há uma série de tratamentos para aliviar os sintomas e corrigir problemas mecânicos e estruturais. Assim, são indicados medicamentos anti-inflamatórios, para tratamento específico das lesões e recuperação das cartilagens.

A fisioterapia, os programas de reeducação postural, exercícios como pilates e natação, o uso de infiltrações e até, em alguns casos, a intervenção cirúrgica são medidas terapêuticas para o tratamento dos problemas do joelho.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

Comentários
Núcleo de Saúde Integrativa

Posted by Núcleo de Saúde Integrativa